skip to Main Content
Vaso Novo

Vaso Novo

“…; eis que, como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão, ó casa de Israel. ”  (Jr.18:6)

O retrato do mundo hoje e de famílias inteiras, pessoas totalmente perdidas, entregue aos prazeres mundanos, destruídas pessoalmente, psicologicamente, familiarmente e publicamente. No afã da busca da felicidade estão dispostas a desatar os laços do casamento, separa-se da família, deixar pais, filhos e se enveredarem no meio de um mundanismo onde fatalmente podem se deparar com destruição e morte. A Bíblia convida o pecador, distante, separado, longe dos caminhos de Deus a se voltar para Ele, a se arrepender dos seus pecados e reatar os laços do Pai e o filho amado, a encontrar salvação!

Em João 4 quando o Senhor Jesus fala com uma mulher samaritana afirma; “13Quem beber desta água tornará a ter sede; 14aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna.” O Senhor Jesus fala àquela mulher que Ele é a água vida (Ap. 22:17), o único que pode satisfazer os desejos e anseios do coração (Rm.8:27, Jr 17:10), só Cristo entende e compreende qualquer ser humano. Esta é a onisciência de Deus e seu eterno poder (Sl 139:4), antes da palavra lhe chegar a boca o Senhor já sabe o que você irá dizer, então, será porventura que Deus não sabe o que você tem passado? Será que suas lágrimas, petições ou até o sofrimento lhe é desconhecido? Absolutamente não!

Um coração vazio, duro, áspero, sem quebrantamento, sem arrependimento, sem contrição, representado por um vazo velho, trincado, um odre velho, rachado, assim é um coração longe de Cristo, longe do amor de Deus, afastado do seio da igreja, isolado por barreiras intransponíveis da amargura, da mágoa, falta de perdão, raízes profundas de dores antigas, feridas incuráveis que há anos não cicatrizam, não encontra cura.  Não há relacionamento que sobreviva com um coração nestas condições.

O que podemos aprender com a Palavra de Deus;

1º – Quebrar o vaso; quando o oleiro (Deus) vê que o vaso se estragou, a forma está incorreta, saiu alguma coisa fora do padrão, ele quebra e amassa o barro novamente. Esse quebrantamento é feito nos corações, isso é o reconhecimento, o pecador cai em si, um profundo pesar dos pecados diante de um Deus Santo, Santo, Santo. Então há o que chamamos de arrependimento, e o pecador é convencido pela sua própria consciência através da obra do Espírito Santo. Muda-se do lado de dentro, o coração, então tudo muda do lado de fora, no convívio, nos relacionamentos.

2º – Fazer o vaso novo; isso requer trabalho, moldando como que lhe apraz. Veja que o vaso é moldado pelo oleiro, pelo dono do barro. Pergunta: você é barro nas mãos do oleiro? Só lembrando-lhe; você não diz para o oleiro o que deve ser feito, como deve agir, simplesmente deixa o oleiro fazer o que bem lhe satisfaz. O agir de Deus na vida do crente nem sempre é o esperado, Ele pode agir de formas que não entendemos e até questionamos. Surgem os porquês, sem respostas, porém; “sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” (Rm 8:28).

3º) Moldar como lhe apraz; Dura cousa esta, deixar se moldar, deixar a vontade de lado, o desejo, os pré-conceitos formados, os sonhos muitas vezes, e que prevaleça a vontade de Deus (Mt 6:10) na terra e no céu e principalmente na sua vida. Cristo é o maior exemplo: Lc 22:42 “Pai, se queres, afasta de mim este cálice; entretanto, não seja feita a minha vontade, …seja feita a tua vontade.” Ele diz ainda “…desci do céu, não para fazer a minha própria vontade, mas a vontade daquele que me enviou. Jo 6:38. Peça sempre a vontade de Deus, como Deus quer e não como você quer.  

4º) Um novo vaso; um novo homem, uma nova mulher. É isso que Deus faz com o pecador arrependido, lhe dá um novo coração (Jr 32:39; Ez 36:26), uma nova mente (Hb 10:16), um novo caminho (Is 35:8), novos desejos, objetivos e sonhos, tudo novo. (2 Co 5:17).

Este é o plano de salvação para o homem desde a fundação do mundo, para você. Não há como transformar um lar sem primeiro mudar o coração. O processo é minucioso continuo e progressivo dia a dia.  Deus vai trabalhando na sua vida e concertando tudo o que estava fora do lugar, primeiro com você, e através desta mudança interior, você é capaz de mudar o convívio, os relacionamentos dentro do lar.

 Você quer isso? Você precisa urgente isso! Ter um novo coração!

Faça uma oração neste momento e arrependa-se dos seus pecados peça o perdão a Deus, peça um novo coração e que seja feita sempre, sempre a vontade de Cristo em sua vida, o melhor da nossa vida é Cristo em nós!

A paz seja com todos.                                                                                                        

 

 

 

Compartilhe nas Redes Sociais
Back To Top