skip to Main Content
O Exemplo De Davi

O Exemplo de Davi

https://www.rmhc-reno.org/project/educational-and-career-goals-and-objectives-essay/25/ https://nebraskaortho.com/docmed/viagra-a-los-50-agos/73/ how much does viagra cost in the usa where is the best place to buy an essay significance two bathtubs cialis commercials character essay midsummer nights dream kamagra drug test go to site watch essay on the crucible discussing teme here canada dissertation fellowship enter site https://fotofest.org/solving/essay-scholarships-for-2010/5/ ending a cause and effect essay esl critical essay writers service for mba https://homemods.org/usc/essay-on-biography/46/ follow url can nexium effect psa levels go to site dove acquistare cialis in farmacia british english essays meilleur marque de viagra best essay questions essay on punctuality for students windows text to speech voices can you take viagra with simvastatin off brand synthroid reveiw journal pastillas similar viagra common essays sat goodrx com zithromax “ Então, Davi consultou a Deus, dizendo: …” (I Cr.14.10).

O homem que foi considerado “…segundo o coração de Deus” (At 13.22) reconhecia que tudo o que acontecia em sua vida era da parte de Deus; “Reconheceu Davi que o Senhor o confirmara rei sobre Israel. ” (I Cr 14.2).

Relembrando quais eram os homens que faziam parte do exército do Rei Davi; Em I Sm 22.2; “Ajuntaram-se a ele todos os homens que se achavam em aperto, e todo homem endividado, e todos os amargurados de espírito, e ele se fez chefe deles; e eram com ele uns quatrocentos homens. ” Em II Sm 23.8; “São estes os nomes dos valentes de Davi: Josebe-Bassebete, filho de Taquemoni, o principal de três; este brandiu a sua lança contra oitocentos e os feriu de uma vez.9Eleazar, filho de Dodô,…se levantou e feriu os filisteus, até lhe cansar a mão e ficar pegada à espada;… 12Sama, filho de Agé,…pôs-se Sama no meio daquele terreno, e o defendeu, e feriu os filisteus; e o SENHOR efetuou grande livramento. 
Em I Cr.12.2; “Tinham por arma o arco e usavam tanto na mão direita como da esquerda em arremessar pedras com fundas e em atirar flechas com o arco.  …8Dos gaditas passaram-se para Davi à fortaleza no deserto, homens valentes, homens de guerra para pelejar armados de escudo e lança; seu rosto era como de leões, e eram eles ligeiros como gazelas sobre os montes.14estes, dos filhos de Gade, foram capitães do exército; o menor valia por cem homens, e o maior, por mil”.

Um Rei com um poderio de guerreiros como estes homens seria até justificado o pensamento de ir para uma batalha já convicto que sairia vitorioso. 
Davi não contava com seu exército de “cara de leões”, a força dos “leões” não era suficiente para Davi. Um Rei que não contou com a força do braço humano. O homem que agradou a Deus primeiramente pensava em Consultar a Deus. Diante do inimigo e das batalhas ele sempre buscava uma direção de Deus, as estratégias eram dadas por Deus e não pelos seus próprios pensamentos ou seus comandantes.

A Bíblia em I Cr 14.8-17 diz que diante dos filisteus já preparados em posição de guerra, Daví buscou “consultar” a Deus, assim o próprio Deus manda marchar, …10Respondeu o SENHOR; Sobe, porque os entregarei nas tuas mãos”.  Obedecer de Davi foi imediato, sem questionamentos, sem analisar os fatos. A obediência à Palavra de Deus tem que ser imperativa.
Vemos a obediência inquestionável de Davi não só nesta batalha, como e porquês nunca foram interrogativas diante de Deus nos lábios de Davi. Nesta passagem Davi consulta a Deus por duas vezes, diante do mesmo inimigo. Veja que o Rei poderia ter agido pelo seu conhecimento de guerra, estratagemas dos soldados, comandantes e capitães, ele já havia acabado de derrotar o inimigo numa batalha, mas, ele só venceu definitivamente os filisteus dando ouvidos à voz de Deus. 
É quando Deus muda os planos e manda-o rodear agora por detrás das amoreiras, não da mesma forma, mas por outro caminho e Davi novamente obedece literalmente e obtém mais uma vitória.

Diferente do primeiro rei de Israel, Saul que precedeu ao Rei Davi, agindo segundo o que achava estar certo, sem conselheiros, sem direção, movido pelos seus próprios pensamentos e impulsos. “…eu disse comigo;…”  (I Sm 13:12) é reprovado por Deus e destituído do trono.

Podemos aprender com o Rei Davi a buscar em Deus direção para a vida, diante de circunstancias, problemas, adversidades pedirmos ao Senhor Jesus um sinal por onde começarmos a resolver as questões que nos rodeiam. Um conselheiro fiel a Palavra (Pv. 11.14) poderá nos guiar e abrir-nos os olhos para àquilo que em meio ao problema não estamos enxergando.

 É através da Palavra de Deus que é “…lâmpada para os nossos pés e luz para o nosso caminho” (Sl 119.105) que devemos conduzir a nossa vida. Colocarmos a luz das Escrituras e sermos conduzidos pelo Espírito Santo que nos assiste e nos conduz não somente nos dando vitorias, mas sobretudo em meio as lutas nos encaminhando à vida eterna.
O Rei submisso ao Rei dos Reis reconhece que todas as vitórias não eram pela força do seu exército ou a sua inteligência, mas; “…e disse: Deus, por meu intermédio, rompeu as fileiras inimigas diante de mim, como quem rompe águas”. (I Cr 14.11).
Toda a glória é de Deus, é Dele que vem a força, o poder. É Ele que dá a direção certa, pois só Ele é o caminho.  As vitórias na vida do cristão devem ser atribuídas somente à Deus, É Ele que faz abrir as águas e faz passar o seu povo.
À Ele seja a honra e o louvor pelo século dos séculos. 
Amém. 

A Paz seja com todos.

JF

 

Compartilhe nas Redes Sociais
Back To Top